quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Para ler antes da Eleição

Hoje me deparei com um seguidor do Twitter me questionando sobre o que eu realmente penso sobre a democracia. Ele perguntou isso baseado no meu post de 2007 - Democracia x Tirania Esclarecida.

O post comentado foi escrito de forma sucinta para levar à tona uma declaração que o Marcola, aquele líder do PCC, fez na época. Eu já tive oportunidade de falar sobre isso em podcasts, mas acho que aqui é o melhor lugar para exprimir minhas idéias pessoais.

Em primeiro lugar eu devo deixar claro que considero a democracia o regime ideal de governo no plano da realidade. Também considero que é o sistema mais justo, já que os principais interessados, no caso o povo, tem o direito de decidir quem vai governá-lo. Não obstante, a democracia é um sistema um tanto ineficaz.

Explico:
Você deixa uma criança fazer o que quiser? Você deixa uma criança tomar suas próprias decisões como o que comer, a hora de dormir, atravessar a rua sozinha? A resposta, invariavelmente, será não. A resposta é fácil, pois o raciocínio é simples: a criança não sabe que se ela comer todos os dias no Mc Donalds ela vai ter sérios problemas no aparelho digestório. A criança não sabe que tem que ter uma alimentação balanceada para ter saúde.

O povo é igual. Se pudesse, ficava só com o Big Mac e o brinde do Mc Lanche Feliz. Isto é, o povo não tem instrução suficiente para saber o que é o melhor para ele. Ele quer uma bolsa, não um emprego. Ele quer a batata frita, não o brócoles.

A democracia funciona bem em países onde a população é esclarecida e tem instrução. Em um país sem educação básica, o povo elege o Tiririca, o Paulo Salim, os Mensalistas, os Aloprados, os Coronéis do Norte e Nordeste. O povo elege tudo o que há de mais nocivo à saúde e à sociedade. E, na maioria das vezes, elege porque ganha alguma coisa em troca. Uma dentadura, um cargo público, uma bolsa, um vintém.

Quando falei da Tirania Esclarecida, parafraseando um criminoso, que apesar de ser um câncer na sociedade, tem seu mérito intelectual, eu estava falando utopicamente. Como aqueles que sonham com o socialismo e esperam Papai Noel no Natal.

O que daria certo no Brasil é o governo de uma elite imune ao vírus da corrupção, que tivesse amplos poderes para tomar medidas impopulares sem ser ameaçada pelo povo e que entendesse que o caminho não é o assistencialismo e sim a educação e o desenvolvimento do trabalho. Tal qual um pai rígido que ao invés de mimar o filho e dar-lhe mesadas, põe a criança para aprender e se esforçar para conquistar seus sonhos.

Lógico, isso é utopia. Não existe uma elite assim que não se corrompa, ou que tenha força para impedir a corrupção. A natureza humana é impiedosa nesse sentido. Todos nós, por mais idealistas que sejamos, sempre encontramos uma brecha para uma regalia. Para uma exceção. O pior é que na maioria das vezes ainda pensamos: eu mereço um pouco de privilégio, pois faço muita coisa boa para todos. E assim se inicia a corrupção do poder. Note que não é o poder que corrompe o homem. É o homem, que já é corrupto e egoísta por natureza que corrompe o poder.

Isso pode ser provado analisando as biografias de Lenin, Stalin, Hitler, Che, Fidel... Todos muito idealistas, mas que transformaram seus "reinados" em verdadeiras catástrofes históricas.

Por isso, como frisei no início do texto, apesar de achar que o povo brasileiro não tem maturidade para decidir o que é melhor para ele, penso que o único sistema possível é a democracia.

Então, tudo o que peço a vocês, é que reflitam muito antes de votar, porque vocês que estão lendo este post são uma elite. A maioria teve acesso à boa educação e à informação e podem escolher seus governantes de forma um pouco mais consciente do que essa massa manipulada que é o povo brasileiro.

24 comentários:

Thiago disse...

Clap! Clap! Clap!
Parabéns, Jack. Tudo o que penso sobre a democracia vc expôs nesse post.

Felipe Passarelli Gomes disse...

O problema foi quando políticos passaram a ganhar salários, para membros da classe trabalhadora conseguirem terem representação nas decisões.

Até ai, nada contra.

O problema é que o representante da classe trabalhadora, passou a ganhar um salário melhor e passou a viver em outra realidade.Se desligando das necessidades do trabalhador.

Conclusão elegemos alguém que não vai nos representar. Alguém que vai ganhar um salário melhor e buscar manter esse salário.

disse...

Parabéns, Tucano!!! São opiniões como essa q me lembram q o povo brasileiro não está de todo perdido. Q ainda existem pessoas q "pensam".

Marcel "Zeca" Moraes Jr disse...

Escorreu uma lágrima aqui( do olho direito ) de emoção de ver que ainda existe esperança ...

Squivo disse...

Belo post. Sou da mesma opinião que você, idealizar um mundo incorruptível é quase tão utópico quanto um mundo com igualdade social. Assim como vejo que o egoísmo é algo inerente ao ser humano.

De vez em quando surgem pessoas que estão acima de qualquer um desses conceitos e que deixam a gente sem saber o que pensar como é o caso da Madre Teresa, do Betinho e tantos outros, mas fico pensando: será que mesmo pessoas assim se manteriam incorruptíveis diante do poder?

fminotto disse...

Parabéns, é uma pena que poucos pensem assim como nós... um país que só pensa em assistencialismo não tem como progredir de forma sustentável. É necessário que o governo crie formas da população "se virar", andar com as próprias pernas. Não desmereço os projetos sociais mas acredito em algo melhor. Ao invés de FIES, Financiamento Estudantil, porque não investir em mais universidades federais para que existam mais vagas. Porque financiar ao cidadão um ensino que esta mais interessado em seu dinheiro do que em sua capacitação. Porque não um ICP, Investimento na Capacitação dos Professores. Isso sim seria de fato uma medida que favoreceria todos os cidadão Brasileiros.

Agradeço o espaço e "Obrigado pelos Peixes"

Samila Lages disse...

Puts, muito bom! Nada mais verdadeiro e triste do que essa nossa realidade governada por um bando de corruptos e palhaços eleitos pela massa ignorante e alimentados pelos nossos impostos.
Eu compreendo que a 'burrice crônica' presente em nossa sociedade é tudo resultado do interesse político, afinal, quanto mais ignorante o povo, mais fácil manipulá-lo...
Mas tenho fé, sinceramente, tenho fé que o brasil irá algum dia superar e reverter essa situação, e teremos pessoas conscientes definindo o futuro DEMOCRÁTICO desse país.
Parabéns, Jack

Aronsg disse...

Texto sensacional!!
Parabéns!

Vinícius disse...

muito bom o texto, usando a comparação de aristóteles, a aristocracia baseada em leis de esparta gerou um governo estável de mais de 800 anos, já a democracia de atenas não chegou aos 200.

apesar disso a democracia ainda é o único sistema confiavel.

Igor L. disse...

"Note que não é o poder que corrompe o homem. É o homem, que já é corrupto e egoísta por natureza que corrompe o poder."

Nerdcast 1984 FTW

A única solução seria o controle mental dos líderes, pois, se você chegou até lá, quer dizer que já desistiu de sua vontade de realmente ajudar um povo debilitado. =/

Erick disse...

Ótimo texto, e concordo com 100% do que foi escrito, realmente existe uma esperança ...

Ana Luiza Bernardes disse...

Concordo plenamente com tudo que você escreveu. A única carência que o povo brasileiro tem é a falta de vergonha na cara. Ao invés de usar o jornal para se instruir, o povo prefere limpar a bunda com ele, por isso, me arrisco a dizer que o brasileiro realmente merece os governantes que tem!

O povo não quer trabalho, o povo quer bolsa desemprego. O povo não quer comida, o povo quer bolsa alimentação. O povo não povo quer educação, o povo quer bolsa escola. O povo não quer melhorar de vida, o povo quer bolsa família. E quanto mais bolsas surgirem, mais vendados os brasileiros ficarão.

A maioria das pessoas do nosso país tem pensamentos medíocres. Só porque conseguem fazer churrasquinho na "lagi", já acham que estão comendo fillet mignon.

Para mim, o que o governo faz é a mesma coisa que dar esmola em semáforo. Eles incentivam o povo a continuar na mesmice com algumas migalhas que oferecem.

Tá tudo muito bem, tá tudo muito bom enquanto se tem saúde, mas quando esses zé povinho caem em doença, morrem nas filas dos hospitais aguardando por uma vaga.

O governo é corrupto, mas o povo é tão corrupto quanto. Aquele "jeitinho" brasileiro nada mais é que se auto-beneficiar com alguma porcaria e é exatamente isso que o governo faz, mas com alguns zeros a mais!

Se alguém tem que fazer alguma coisa pra mudar esse país, esse alguém não é o presidente e sim o povo brasileiro! E é aí que mora o problema, afinal, Bolsa Conscientização o governo ainda não oferece.

André Pizani disse...

Felipe, discordo. O problema já existia antes, quando apenas os fazendeiros ricos podiam se candidatar a cargos políticos. A elite econômica governava de acordo com seus interesses, apenas ela se candidatava e votava. Os desfavorecidos nada podiam fazer.

João Carlos F. Vasco disse...

Falou tudo, Tucano!
A eleição do Tiririca só comprova tudo o que você disse.
A democracia funciona muito bem quando o povo tem o mínimo de instrução e bom senso. Não é o nosso caso...

Fabiano disse...

Mandou bem Tucano! Porém nossos políticos querem é mais é isso mesmo, um povo limitado e pouco esclarecido para perpetuarem no poder. E vamos de Tiririca, Valdemar Costa Neto, Maluf e outras porcarias...

Gley disse...

Dr. Manhattan para Presidente. Do mundo.

André Pizani disse...

Acho que uma medida prática para evitar que pessoas sem preparo votem de forma alienada seria acabar com o voto obrigatório. Isso foi muito importante na redemocratização, mas é uma medida ultrapassada. Quem sabe assim eu deixaria de receber esses e-mails imbecis supostamente assinados por Arnaldo Jabor e Luís Fernando Veríssimo? E não há votos alienados apenas entre os pobres. Costumo vê-los muito mais entre pessoas que têm dinheiro. Considerando o número de comments preconceituosos que já rolaram em resposta ao seu post, tenho ainda mais certeza disso :D

Andrelisa disse...

Concordo com tudo que você disse Tucano. Infelizmente a maioria da população não tem uma consciência na hora de votar. Por mais que se diga nos jornais e na televisão para que se “vote consciente”, as pessoas não se lembram disse na hora de votar.
Mas acredito que existam pessoas, como eu, que queiram algo diferente. Eu curso pedagogia e concordo que é preciso investir na educação. É preciso acabar com os analfabetos funcionais e esclarecer a população. Se fizermos uma base sólida, o resto da estrutura vai ser muito mais resistente.
Mas também sei que isso não é algo que a elite queira. Eles querem que a população seja a menos possível esclarecida, para que possam continuar com a corrupção.
Sei que as coisas não vão mudar de um dia para o outro, mas só de saber que existem muitas pessoas que pensam como eu, eu já me sinto melhor.

Rosangela Silva disse...

Bravo! Mto bom esse post!
ps. Que saudade do meu amigo que fala nao obstante! ehehehe... Bjs kerido!

Anônimo disse...

Esse tucano é tucano.

Anônimo disse...

aconselho a vocês lerem esse post, pra ver quem sao os verdadeiros alienados da historia: http://doisdeagosto.com/2010/10/07/por-que-a-classe-media-e-tao-burra/

Advisjet disse...

Hummm, entendi, o Câncer de Jack quer o Grande Irmão...
Lamento, ouvi o nerdcast e aqui ainda leio a frase sobre o poder e o Homem. Tal qual Liberdade, Fraternidade e Igualdade, o Poder não tem existência própria. Tem sentido e existencia somente quando roda no "hardware" homem. Mas concordo em gênero, número e grau quanto ao melhor sistema de governo: a democracia.
Outra coisa interessante sobre seu texto é a visão de que o povo (mas precisamente o cidadão, pra sermos mais claro)deve ser tutelado, tal qual o uma criança. Lamento mas não existe visão privilegiada dos fatos que ocorrem e o que você acredita ser um engodo, numa decisão politica de um grupo, pode ser uma demanda necessária. Essa é a graça da democracia. O poder decisório estará no mais influente. Pena que quando a balança pende pros interesses da maioria da população brasileira sempre dão um jeitinho de dar um "restart" no processo todo, se é que me entende, e grupos minoritários tomam as redeas por serem mais esclarecidos. Outra na qual concordamos! No entanto não tenho ilusões, até uma decisão errada é uma boa decisão, desde que tenhamos oportunidade de aprender com ela. O problema é o registro dessa história quando ela vira História. Isso pode fazer toda a diferença no futuro.

Fernando Cunha disse...

Assino em baixo.

Pena que não pude ler este post antes das eleições. Porém, estou tranquilo, pois, sei que votei em quem "merecia".

Thiago disse...

"O povo é igual. Se pudesse, ficava só com o Big Mac e o brinde do Mc Lanche Feliz. Isto é, o povo não tem instrução suficiente para saber o que é o melhor para ele. Ele quer uma bolsa, não um emprego. Ele quer a batata frita, não o brócoles."


Rapá! Mas que caquinha escrevestes!!!

 
Clicky Web Analytics