terça-feira, 25 de maio de 2010

Final de Lost - Contém Spoillers!!!!!

Fazia tempo que eu não escrevia aqui, mas esse é um momento único e minha indignação está extrapolando os limites do bom senso!



Não se pode negar que Lost entrou para história como um marco na televisão mundial. Uma trama excitante, ótimos atores, cenas fantásticas e emoção a dar com rodo.

Não me lembro (provavelmente porque não houve) de ter me prendido tanto a um programa de TV como fiz nesses 5 anos de Lost. Junto com os amigos (reais e virtuais), passei anos discutindo, debatendo, imaginando teorias para os mistérios da Ilha.

Era de se esperar que o final não fosse como o esperado. As expectativas eram muito grandes e seria difícil atendê-las. Mas, nem nos meus piores pesadelos imaginei um final tão esdrúxulo como o que vi essa madrugada.

Vou marcar alguns pontos que me desagradaram profundamente. Lembrem-se, essa é só a minha opinião pessoal:

Flash Sideways – esse foi o grande erro dos roteristas. Eu falei no início da 6ª temporada que esses flashs teriam que ser uma parte importantíssima na trama, pois “roubavam” metade de cada episódio. Dito e feito: os flashs só serviram para dar um final novela das 8h para a série. Ao invés de explicar muitas coisas, mostraram um mundinho perfeito para ter o final feliz.

Pontas Soltas – não me venham falar que alguns mistérios serão explicados no DVD, porque isso é uma afronta. Eu quero ver a história ser contada na série e não em um DVD meses depois. Várias pontas ficaram soltas e vou listar algumas que me indignaram.

- Por que a Ilha estava submersa no primeiro capítulo da sexta temporada? Esqueceram de explicar isso? Ou só não deu tempo?


- Por que o FLocke estava preso na Ilha? O que o impedia de sair como os outros? Richard saia, Jacob saia... Por que ele “teoricamente” não saia? E se o objetivo dele não era sair da ilha e sim destruí-la, por que ele passou a temporada se lamentando dizendo que queria sair?

- O que aconteceu com o Aron? Por que ele não podia ser criado pelo Jack? Por que ele era tão especial? Por que não explicaram porra nenhuma?

- E o Walt? Um grande potencial. Os “Others” fizeram de tudo para seqüestra-lo por que ele era mega importante e no entanto, deixaram ele ir embora e viver uma vida normal.

- A Mitologia da ilha foi esquecida. Quando vimos pela primeira vez um pé de estátua com 4 dedos, todos ficamos loucos. E a fumaça? As aparições do Jacob pequeno? O que tinha na água que fez o Sayid virar Zumbi? Por que o avião da Ajira tinha que ter a mesma configuração do Oceanic? Tantas pontas perdidas...

- E os números? Ficaram só na equação Valenzeti mesmo? A Ilha não tem nada a ver com isso. Eles eram tão freqüentes no início da série e depois o que aconteceu? Perdeu a graça?

- E uma coisa talvez me tenha passado despercebida, mas ainda não descobri o porquê: Qual o motivo do Ben surtar e resolver matar o Locke de repente?


Mas, talvez, as pontas soltas não tenham sido o pior. Se formos analisar, o número de incongruências é demais. Nós sabíamos que alguns furos poderiam aparecer, mas não tantos e tão importantes.

- Foi o Jacob que trouxe os “candidatos” para a Ilha? Ou foi o Desmond que não apertou o botão e derrubou o avião?

- A fumaça não podia sair da ilha, mas apareceu para o Jack no hospital (ativou até o alarme de fumaça), apareceu para o Michael no cargueiro também. Se não era a fumaça, era o que? O Christian Shephard?

- A fumaça estava presa no corpo do Locke? Então como ela apareceu para o Ben com a aparência da Alex?

- Quem estava preso pedindo por socorro na cabana do Jacob? Era o próprio Jacob ou era a fumaça? A fumaça não poderia ser, porque ela estava solta tocando o terror na Ilha.

- A escolha dos candidatos também se tornou um imbróglio detestável. A Kate não podia porque se tornou mãe, mas a Sun e a Clair estavam na lista. Inventa outra história.

- Por que a Dharma continuava mandando comida para a Ilha se não tinham mais funcionários lá?

- E o buraco da luz. A velha disse que se alguém entrasse naquele lugar, veria algo pior que a morte! Jacob joga o irmão lá e ele vira fumaça. Já o Jack entra e não acontece nada. O Hurley entra e porra nenhuma. O Ben Linus (que era um personagem tão maneiro e estragaram) entrou no buraco e nem um arranhão. Aliás, essa parte (do interior do buraco) era desnecessário explicar.

No final, realmente só faltou um casamento. Se bem que eles já estavam na igreja (apesar de estarem mortos) e de casaizinhos. Foi quase um fim Manoel Carlos.

63 comentários:

Anônimo disse...

Nossa, eu achei que todo mundo tinha entendido o porque da ilha estar afundada.
A luz que existe na ilha é como se fosse a vida, naquela outra realidade essa luz não existe mais, foi uma forma de mostrar logo de cara que todo mundo estaria morto ali.

Dynamo disse...

me corrija se eu estiver errado, mas claire e sun não estavam na lista, estavam mas a claire estava riscada e a sun era kwon que poderia simplesmente ser só o jin.

Anônimo disse...

Cara, vc não entendeu absolutamente nada?
Ainda vai ter muita conversa sobre o final de Lost. Relaxa e as coisas farão mais sentido.
É tudo muito, mas muito mais simples.

Thiago Cabello disse...

Finalmente alguém...

Concordo contigo Tucano, achei o final chinfrim.

Quero respostas!

Se elaboraram as perguntas, nos deviam as respostas!

Mas vou comprar a caixa com a série completa assim que sair.

Rubens disse...

Pois é.
O que me atraiu ao seriado foi justamente os mistérios para serem resolvidos e etc.
Mas eu tenho certeza que os editores se perderam em algum momento.

Decepção.

É compatriota... acontece...

André Sabine disse...

LOST não é uma série que você vê usando a lógica, pode soar meio bobo e alguns pensarem "caramba, foram 6 anos para nada.", mas da 2º a 5º temporada, o que foi vivido pelos personagens de LOST foi apenas uma experiência de vida, a base da série mesmo são a 1º e a 6º temporada. Mas engraçado que o ultimo episódio foi como muita gente ja tinha pensado como seria, mas não aceitava a hipótese, por ser ilógico. Eu como você e outros fãns da série, também esperava um final como respostas, mas ai não seria o que é LOST. Respostas como que o que são os Números, Walt, a fumaça negra, a ilha, jacob, a luz, isso tudo não era pra ser importante, o mais importante da série é o que o Christian diz ao Jack, que o que importou mesmo para eles foi o tempo que eles viveram na ilha, as aventuras e no fim...a amizade . O final de LOST foi como todo o restante da série, apenas uma aventura que teve um fim.

Gui Psico disse...

Tucano
Acho que essa é uma crítica ranzinza feita ao finale da série! =P
Falando sério, agora: Eu estranhei muito o final do Lost qnd acabei de assistir o episódio, mas depois de ficar pensando bastante sobre ele, eu curti o final.
Muitas pontas realmente foram deixadas de lado, e eu tmb lamento isso. Mas já era esperado, né! Vcs mesmos comentaram isso nos Nerdcasts.

Sobre algumas das pontas:
- Pelo que eu entendi, o FLocke realmente não podia sair da ilha. Qnd ele resolveu destruí-la, eu fiz ligação com o episódio que conta a história do Richard, que no final ele quebra a garrafa que mantinha o vinho preso. Ao destruir a ilha, ele estarei destruindo a contenção que o impedia de se espalhar. Tanto que ele já tinha o meio de transporte (o barco), não precisava do avião ou do submarino. Mas devia ter algum tipo de barreira que não deixava que ele saísse enquanto a ilha existisse, mesmo dentro do barco.
Só que, com a minha teoria, eu não consigo explicar aquele Christian Shephard que aparece pro Jack no hospital.

- A fumaça não estava presa no corpo do Locke, tanto que ela estava agindo independente do corpo. Enquanto o cadáver estava no caixão que a Ilana leva até a estátua, o FLocke andava com o visual do Locke pra cima e pra baixo, com o Ben, pra matar o Jacob.

- O Jacob fala pra Kate que o nome dela foi riscado pq ela se tornou mãe, então ela, agora, não está mais sozinha. Mas ele tmb diz que, se ela quiser, o "job" ainda pode ser dela. Então, ela não ficou impedida de virar a nova protetora da ilha.

Yuri Cavaco disse...

Engraçado, tudo que os fãs temiam desde a primeira temporada era que a ilha fosse o purgatorio. Daí os produtores tranquilizaram a todos dizendo que a ilha n era isso, nem nada do tipo, e todos ficaram felizes, pq, afinal, era uma ideia de merda. Ngm queria acompanhar algo q não "acontecia" de fato, ngm queria ver algo q n se passava no mundo real, que poderia ser qualquer coisa.


DAí.....na temporada final....eles me põem o flash-pugartorio, ou flash-limbo, ou flash-afterlife. OU FLASH-WATHEVER. Um tempo enorme desperdiçado numa coisa sem sentido. QUer dizer... tira os flash-sideways da serie e me diz o q muda? Nada! Serviu pra nada!

E sabe outra coisa que, olhando pra trás, agora me parece que tambem não serviu pra NADA? a quinta temporada inteira. OS losties podiam mt bem ter chegado no presente né? PQ a unica coisa q resultou deles terem ido pro passado foi pegar a bomba e explodir (ou não, ja nem sei mais se explodiu também...) e...voltar pro presente. Só. Nao mudou nada. Ngm morreu com a explosão da bomba, nem mudaram os acontecimentos da queda do avião como o faraday achou que aconteceria, nem .... nada! E NEM pra explicar a dharma ou se aprofundar sobre isso, o tempo deles no passado serviu.

Nem pra explicar o Ben tb. Pelo contrario, criou até uma contradição. Pq o Sayid entra naquela água, e vira zumbi. O Ben entrou qnd pequeno e..."perdeu a inocencia"? E...é isso?

Charles Zimmermann disse...

Ficou muita coisa sem revelar mesmo... não acredito que vão explicar muita coisa no DVD.

Aliás, porque a Ana Lucia não estava na igrejinha, ao contrário da Libby?

Diego Dias disse...

entendo seus pontos, mas por exemplo, as crianças que os the others pegavam..pra mim era o jacob que tava tentando acha um substituto..e ja ir preparando ele dsd de muleque da msm forma que a mao louca dele fez com ele e o mib.

e quanto a comida da dharma, foi só uma vz.. e pelo meu entendimento akela comida ficou perdida no tempo.. msm coisa que aconteceu c akele medico..que chegou boiando na ilha antes de morrer no cargueiro...

a comida deve ter se perdido no tempo e ter chegando decadas dps...

enfim cagaram a serie .. qd acabei de ver fikei um tempo sem saber o que pensar... eu tava esperando um final que nem o da 5a temporada... akele que vc fala "PQP agr tenho que rever toda a serie que agr ja sei desses 2 elementos que mudam completamente o angulo de visao das tramas.." e na 6a n aconteceu...

foi fraco msm, esse flshsideways foi um tiro no pe... mas pra mim o episodio que fikei mais puto foram os caras perderem 15 min de um episodio falando q a Sun bateu a cabeçca e esqueceu de como se fala em ingles.. porra issooo me deixou puto...

se compara ate ao episodio da kombi rs

Anônimo disse...

Olha, Rodrigo, acho que você precisa assistir o episódio com mais calma. De todas essas suas perguntas, eu só não sei a resposta de umas 3. Todas as outras dá pra você entender e tirar uma conclusão que, aliás, como vocês mesmo citaram no Nerdcast, é a melhor forma de nos dar as respostas.

:)

Anônimo disse...

O Christopher no hospital pode ter sido só um delírio do Jack doidão de remédios

Alexandre disse...

O final foi uma merda. Quem falou que os misterios não importavam pode ir ver novela da Globo que vai ter a mesma experiência.

6 temporadas e termina dessa forma. Fizeram uma cagada foda na série, Jacob e Flock são a prova disso, quando a cena da praia foi escrita (Flock e Jacob conversando e o navio chegando) eles não tinham idéia do que eles se tornariam, e acabou nisso. Os caras escreveram a série toda e na última temporada, jogaram no lixo.

Pergunta, a bomba apenas serviu para eles irem para o futuro ou a bomba era o incidente? E se a bomba foi o incidente, porque pessoas como Richard não lembrou deles quando eles chegaram na Ilha?

RoD disse...

Tucano concordo totalmente contigo...
Esse final me deixou muito indignado, em primeiro lugar os próprios produtores afirmaram em entrevistas, que os personagens não estavam mortos então mentiram ou não sabiam qual seria o fim. Eu, assim como muitos nerds, comecei a assistir LOST porque era sobre pessoas comuns (assim como os telespectadores) que cairam de avião numa ilha e sobreviveram, aquilo poderia ter acontecido com qualquer um e foi isso que inicialmente chamou atenção de todos, então vieram os mistérios sobre a ilha que fazia todo mundo pirar ir no google procurar sobre a série, sobre livros que apareciam na série e outras coisas. Então os produtores de LOST simplesmente ignoraram tudo isso e deram uma explicação muito ruim, ou melhor não explicaram nada. O último episódio foi emocionante, até o momento que nós descobrimos que estão todos mortos PQP! Fazer isso foi uma ofensa a todos que assistiram LOST nos ultimos seis anos, não explicar nada dos mistérios, mistérios esses que foram os responsáveis pelas teorias de LOST e pelo sucesso das série, é muito sacanagem...Abraços e a ABC não me engana mais hehe

Bruno Vox disse...

Mina teoria para a ilha afundada é que ela apenas simbolizou esse "esquecimento" do pessoal acerca da ilha enquanto estavam no "limbo".

RoD disse...

Tucano concordo totalmente contigo...
Esse final me deixou muito indignado, em primeiro lugar os próprios produtores afirmaram em entrevistas, que os personagens não estavam mortos então mentiram ou não sabiam qual seria o fim. Eu, assim como muitos nerds, comecei a assistir LOST porque era sobre pessoas comuns (assim como os telespectadores) que cairam de avião numa ilha e sobreviveram, aquilo poderia ter acontecido com qualquer um e foi isso que inicialmente chamou atenção de todos, então vieram os mistérios sobre a ilha que fazia todo mundo pirar ir no google procurar sobre a série, sobre livros que apareciam na série e outras coisas. Então os produtores de LOST simplesmente ignoraram tudo isso e deram uma explicação muito ruim, ou melhor não explicaram nada. O último episódio foi emocionante, até o momento que nós descobrimos que estão todos mortos PQP! Fazer isso foi uma ofensa a todos que assistiram LOST nos ultimos seis anos, não explicar nada dos mistérios, mistérios esses que foram os responsáveis pelas teorias de LOST e pelo sucesso das série, é muito sacanagem...Abraços e a ABC não me engana mais hehe

Revoredo disse...

Cara, concordo com você em alguns pontos e descordo em outros, mas o que gostaria de comentar é que realmente. Os FlashSideways não tiveram importância nenhuma na série! Qual a conexão deles com a trama do seriado? Qual o link entre o que era visto nos flashsideways com a história dos personagens? Apenas mostrar que eles estariam juntos no purgatório? Que eles só iriam para o céu se fossem juntos? E pra falar isso precisava (como o tucano falou) roubar METADE de cada episódio da última temporada? Sinceramente, isso foi de certa forma, decepcionante...
Claro que as expectativas eram grande demais, e impossíveis de serem atingidas, mas essa histórinha de "estão todos mortos" foi um tremendo tiro no pé...

RicardoFerro disse...

Cara, eu também gostaria de ter todas essas respostas. Mas também gostei do final Manoel Carlos, em suas palavras.
Todos os pontos que você enumerou são apssíveis de respostas plausíveis, com base em argumentos que a própria série criou. Dá pra dizer que os mantimentos que chegam à ilha estavam perdidos no tempo, já que eles chegaram à ilha, logo depois de um daqueles eventos eletromagnéticos. Dá pra dizer que não era a fumaça no hospital, fora da ilha, aparecendo pro Jack, e sim o próprio Christian, por que não? Mediunidade está aí pra isso. Loucura também. Alucinações.
A ilha estava afundada no início da sexta, por várias razões possíveis. A de que não haveria ilha no flash-limbo é só uma delas. A outra é que a ilha pode, sim, ter afundado hum evento futuro, vai saber. O tempo no flash-limbo é tão relativo que Jack tinha um filho de 13, 15 anos, não é? Além do mais, eles dizem estar há um tempo esperando por Jack ali... sabe lá quanto tempo se passou até que ele pudesse ter a chance de "seguir adiante".
Os conceitos, entfim, estão na própria série, e se armar deles para elaborar as respostas que não nos deram claramente, será uma nova experiência Lost, e uma nova forma dela continuar. O exercício foi gratificante e estimulante ao longo das seis temporadas, porque não o seria agora?
Mas no fundo, eu creio que os significados estõa além das respostas. A série foi, ao fim, sobre experiências de vida, de relação entre pessoas num local especial. Vivemos seus dramas, suas alegrias. E se a ilha era "especial", legal, bacana. Por ela passaram vários grupos tentando entendê-la, dominá-la, apossar-se dela. Todos esses grupos passaram por ela e ela seguiu adiante. Inclusive, o próprio grupo do vôo da Oceanic foi um deles. Passaram, viveram a experiência.
Eu fiquei fã da série, achei que o final deveria ser mais bem elaborado e mais complicado que o q nso foi mostrado. Mas a gente acabou descobrindo que as teorias aqui fora eram mais bem criativas e divertidas que as respostas simples q nos deram (vide "seu nome está riscado, mas é só um risco de giz na parede..").
No fim, descobrimos q moção de vermos todos reunidos, os personagem "despertando" para a realidade... e isso foi suficiente pra reconhecermos que a série falava, sim, de pessoas, de histórias individuais. A ilha? descobrimos que foi só um veículo exótico.
:-D

brunocpl disse...

Thiago Cabello, não é porque elaboraram perguntas que precisam dar respostas. Entendo que vocÊ as queria. Eu também estava curioso. Mas elas nem sempre nos são dadas. Assim é a vida. Cheia de mistérios que nem sempre são desvelados.

J.F.Marques disse...

Bem, de todas as pessoas que eu vi que não gostaram do episódio, você foi a que teve bons argumentos para demonstrar a sua opinião, mesmo assim, está deixando passar coisas que já foram explicadas.
Os flash sideways mesmo não sendo a forma mais bacana de se contar o que houve, foi um bom mérito a narrativa, mais que isso, carregou todo a filosofia que foi a série ao se concluir com o último episódio. A questão da fé, do otimismo e do propósito para tantas e tantas pessoas estarem conectadas.
Sobre o a ilha afundada no começo da temporada, ora, a cena foi abertura e apresentação dos flash sideways, este se mostrando ser uma ‘realidade’ “perfeita”, lá não existia a ilha, prova disso é porque eles não caíram. Porque ela está destruída ao invés de só não existir ou coisa do tipo? Não importa. A questão é que a ilha não existe lá justamente por não ter propósito para lá ela existir.
Por que Flock estava preso na ilha? Ora, por que todos estavam presos na ilha, esqueceu do campo magnético que a envolve? Quantas vezes os oceanics tentaram sair dela, e voltaram ao mesmo lugar? Flock não sabia das coordenadas e era por isso que a principio ele queria encontrar a caverna. Ele não queria o avião, ele queria que todos os candidatos entrassem neste para então matar a todos. Ao mudar seu plano para destruir a ilha, ele então disse que ia sair com o barco, sim, pois quando a ilha afundasse seu campo magnético não iria mais o impedir.
Aron de fato é um erro a parte, mas Jack não poderia criá-lo justamente para não ter laço emocional com ninguém para assim ele se sacrificar pela ilha. È por isso que ele se oferece a candidato, ele diz a Kate que o fez por não ter ninguém, por ter arruinado tudo em sua vida.
Walt é um erro em cheio, não explicar sobre ele foi bem escroto mesmo. Mas eu não senti falta, você sentiu? Retórica.
A fumaça ficou explicada o que era não? Ou não ficou satisfeito com a resposta? Como dito, ela é o mal encarnado, mas o mal que tinha dentro do indigente. Ele diz ao Ben de que prefere sentir o chão ao seu pé, pois faz lembrar quando ele era humano.
Sobre Sayid, o que aconteceu com ele foi claro, ele morreu, e ressuscitou, ao acontecer isso, o lado “bom” e “mal” dentro dele se desequilibrou, e o lado mal começou a tomar conta dele. Isso é dito pelo Japa do tempo no episódio que ele explica para o Jack do porque quer matar Sayid, confere lá.
Ben diz no final do episódio que matou Lock porque ele tinha tudo o que ele queria, e ele -ben- não tinha nada. Lock responde dizendo “O que eu tinha?” e Ben diz “você era especial.”
È fato de que Jacob trouxe os personagens a ilha, Desmond apertando ou não o botão. Quem levou Desmond para a ilha? Jacob. Quem Tocou em cada personagem e visitou-os? Jacob. Quem aparentemente ressuscitou John Lock? Jacob.
Sobre a escolha dos candidatos, Logo no começo da conversa, Jacob diz: ”Eu vou dizer por que escolhi vocês, e porque escolhi ELES.” È notório de que ele está dizendo do porque escolheu
Hugo, Jack, James e Kate para sobreviverem, e porque escolheu que os outros fossem mortos.
Kate deixou de ser solitária do momento em que virou mãe. Sayid sucumbiu a escuridão, Sun e Jin tinham um ao outro e ainda tinham uma filha.
E Jacob termina de dizer:”Kate, é só um giz traçado em seu nome, se você quiser a função, ela é sua.”.
A questão da caverna não era entrar, e sim tocar na água dela, veja, só acontece algo realmente com Desmond no momento em que ele toca na água. O indigente foi jogado lá e foi empurrado pela correnteza do córrego até a fonte.
E sobre o final, bem, a série pedia um final desse tipo, toda a série girou em torno da fé, da vida, da morte, do bem e do mal. “Two sides, one dark, one light.” Lembra? Foi um final bacana. Não o que esperávamos não o melhor final possível, mas longe de ser um final ruim, ela trouxe paz para os personagens e para nós. E a cena em que Jack morre ao final, foi sensacional.

Bruno Sky disse...

Ficou bem explicito a mensagem final de Lost, q se trata de uma série q fala de pessoas, da vida e dos seus mistérios.

Vendo por esse lado, o final se encaixou de maneira belíssima...

porém...

Pra q colocar todo esse mistério q regeu a série toda, sendo q nd ia ser revelado?? Pra q tanta encher tanta linguiça? Esse sim foi o tiro no pé de LOST.

Série q amei acompanhar e vou sempre me lembrar dos bons momentos!

Juliana disse...

O problema é que a série prometeu demais e não cumpriu quase nada...
Pra mim Lost devia ter terminado na quinta temporada: quando a Juliet explode a bomba, todos do vôo deveriam aparecer desembarcando em Lax como se a ilha nunca tivesse existido...

Cristiano disse...

O que irrita é que sao 6 anos, mas precisavaapenas do sexto... Os outros 5 sao totalmente irrelevantes! Nada do que aconteceu nas outras temporadas se mostrou importante para este desfecho com uma reuniao de fim de ano da Firma...

Uma eu disse que o final iriamos descobrir que tudo era um jogo de Rpg e estavam todos bem na casa do Jack jogando...teria sido mais legal

Yoshi disse...

eu conclui que LOST é sobre: Fé e Redenção.

Concordo que ficaram muitas pontas soltas.. muita coisa sem sentido.. muitas perguntas sem respostas, mas o principal foi respondido. E eu gostei do que vi.

vc precisa ter fé pra acreditar que a ilha é especial e precisa ser protegida

precisa ter fé pra acreditar que precisa apertar um botão a cada 108 min

precisa ter fé pra acreditar que está ali por uma razão

precisa ter fé pra acreditar num cara que as pessoas nunca viam

precisa ter fé pra acreditar em espíritos, fumaça assassina, viagem no tempo, super-eletromagnetismo e que tomando uma agua barrenta em uma garrafa suja, faz de você o novo protetor da ilha ahuahuahuahuah

a série toda gira em torno da natureza do ser humano.. e levanta questões muito mais importantes que "Por que a Rose e o Bernard só faziam aparições de conveniencia?".. ela levanta questões sociais, científicas e principalmente religiosas.

Talvez tudo aquilo fosse uma balela. A ilha nem é tão especial, qualquer um pode ser seu protetor e talvez ela nem precise de protetor.. talvez tudo possa ser explicado cientificamente ou não. Não importa.. importa se você acredita ou não. Importa se você acha isso importante ou não.

"Why do you think it's so easy to believe?"
"Why do you think it's so hard?"

daniel disse...

Acho que ficou bem claro que aquele papo de "desde o começo já sabíamos o que íamos fazer" é balela.
Entendo deixar perguntas sem respostas, ou abertas p/ interpretação, mas alguns mistérios foram apresentados sem sentido nenhum e deixados de lado sem mais nem menos.

Apesar disso tudo, gostei muito do episódio. Só me entristece o fato de que os mistérios não eram tão bem amarrados assim.

Sobre a ilha estar submersa no s06e01, acho que não precisa de explicação, já que é o flash-sideways é um afterlife "o mundo que vocês criaram".
E quanto ao Smokey no cargueiro, ele pode ter usado um barco menor, como faz na 6ª temporada.

Gaveta disse...

Posso responder algumas dessas aí?

- A fumaça estava presa no corpo do Locke? Então como ela apareceu para o Ben com a aparência da Alex?

A fumaça só ficou presa no corpo do Locke DEPOIS da morte de Jacob.


- Quem estava preso pedindo por socorro na cabana do Jacob? Era o próprio Jacob ou era a fumaça? A fumaça não poderia ser, porque ela estava solta tocando o terror na Ilha.

Era a Fumaça. Ela não estava presa, estava fingindo para fazer o famoso e internacional Loophole! Isso era pra gerar a inveja do Ben e a motivação pro Locke sair da ilha e voltar morto, sei lá. Não sei ao certo, mas fazia parte do plano para o Loophole.



- Foi o Jacob que trouxe os “candidatos” para a Ilha? Ou foi o Desmond que não apertou o botão e derrubou o avião?

Foi Jacob. Ele influenciou Desmond para chegar àquele ponto, assim como fez entregando uma caneta pro pequeno James Ford escrever a carta pro verdadeiro Sawyer, por exemplo. O Flocke falou sobre isso: Jacobe mexeu os pauzinhos do destino para os candidatos chegassem na ilha, de um jeito ou de outro. É como se ele fosse onisciente. Um semi-Deus, sei lá.


- A fumaça não podia sair da ilha, mas apareceu para o Jack no hospital (ativou até o alarme de fumaça), apareceu para o Michael no cargueiro também. Se não era a fumaça, era o que? O Christian Shephard?

A Fumaça se projetava pra fora da Ilha. Exatamente como Walt fazia, lembra? Até a Claire fez isso, porque o mega poderoso Fumacento não poderia? Bom, eu acho...

Gaveta disse...

O resto eu não faço idéia. :P

Bruno Vox disse...

- Por que o FLocke estava preso na Ilha? O que o impedia de sair como os outros? Richard saia, Jacob saia... Por que ele “teoricamente” não saia? E se o objetivo dele não era sair da ilha e sim destruí-la, por que ele passou a temporada se lamentando dizendo que queria sair?

Locke estava preso a ilha, ao poder dela. A partir do momento que a ilha "perdeu" seus poderes, essa ligação entre ilha e Locke se desfez e ele ficou livre, porém se tornou um mero mortal.

- E o Walt? Um grande potencial. Os “Others” fizeram de tudo para seqüestra-lo por que ele era mega importante e no entanto, deixaram ele ir embora e viver uma vida normal.

Na minha opinião não teria como inserir Walt na história,o cara cresceu e para o tipo de narrativa traçada iria ficar esquisito o menino muito alto em 2004. Foi um erro de calculo deles.

- A Mitologia da ilha foi esquecida. Quando vimos pela primeira vez um pé de estátua com 4 dedos, todos ficamos loucos. E a fumaça? As aparições do Jacob pequeno? O que tinha na água que fez o Sayid virar Zumbi? Por que o avião da Ajira tinha que ter a mesma configuração do Oceanic? Tantas pontas perdidas...

Eu acho que mitologias não precisam de explicação, porém concordo que gostaria de saber sobre a configuração do avião da Ajira.

- E os números? Ficaram só na equação Valenzeti mesmo? A Ilha não tem nada a ver com isso. Eles eram tão freqüentes no início da série e depois o que aconteceu? Perdeu a graça?

Acho que a aplicação dos números era apenas easter eggs na maioria das vezes. Porém eu entendo que o Jacob usou esses números para fazer com que o Hurley caísse na ilha.

- E uma coisa talvez me tenha passado despercebida, mas ainda não descobri o porquê: Qual o motivo do Ben surtar e resolver matar o Locke de repente?

isso foi ciúmes e orgulho dele, por achar que ele merecia mais que o Locke.

- Por que a Dharma continuava mandando comida para a Ilha se não tinham mais funcionários lá?

Algum problema no fluxo temporal, isso é palpite mesmo. Lembro que quando caiu aquela enorme caixa de para quedas não se avistou nenhum avião.

- E o buraco da luz. A velha disse que se alguém entrasse naquele lugar, veria algo pior que a morte! Jacob joga o irmão lá e ele vira fumaça. Já o Jack entra e não acontece nada. O Hurley entra e porra nenhuma. O Ben Linus (que era um personagem tão maneiro e estragaram) entrou no buraco e nem um arranhão. Aliás, essa parte (do interior do buraco) era desnecessário explicar.

o Desmond tinha o "poder", por isso ele era tão importante para o fake Locke.

Já o Jack entrou lá com o poder da ilha selado.

Sei lá, eu não entendi completamente LOST.

vianaweb disse...

é eu não gostei tb!

E no final Jacob já sabia quem seria seu substituto. Ele foi muito feliz no exemplo da rolha.

Fabio PL disse...

Só digo uma coisa: Aguardem Lost: THE MOVIE!

Fabio PL disse...

Caralho... Foi por isso q a Juliet "disse" no primeiro ep da sexta temporada q "it worked": foi criado ali um jeito pra eles (Sawyer e Juliet) se encontrarem! F.O.D.A.

Renan MacSan disse...

Esses fãs que defendem o final esquecem que o que os motivou a ver a série foram os Mistérios, foi para saber como aquilo se resolvia, esse era o gás da série e foi isso que os autores acabaram largando e mesmo assim vocês defendem.

Lost foi muito bom, mas só deu certo porque foi dado em doses homeopáticas, assim contavam algo novo e nós tínhamos tempo de ficar especulando. Já se fosse um livro não passava nem do crivo do editor, pois sendo lido direto seria uma obra sem sentido.
Como um livro de Sherlock Holmes em que no final ele não desvenda nenhum dos mistérios e termina de forma boba.
O que nos faz lê-lo é saber como que todos aqueles mistérios vão ser resolvidos e como eles se encaixam na trama. Chegar na última temporada e fazer isso é dar um atestado de que eles SÓ queriam ganhar dinheiro.

Cada vez mais eles colocavam mistérios de explodir a cabeça para chamar a atenção do espectador e manter a audiência, sem nem pensar nas consequências, ao chegar no final não tinha como explicar tudo. Acreditem, se houvesse uma forma de explicar tudo eles TERIAM explicado agora, esse final não foi porque eles quiseram, mas sim porque não tinham como explicar as cagadas que fizeram só para manter a audiência.

Não venham dizer que já está tudo explicado porque o que fez você gostar da série na primeira temporada eram os mistérios, e esses foram esquecidos.

O último episódio, na ilha, foi muito bom (melhor seria se tivessem desvendado os mistérios), mas a explicação do FlashSideways foi uma das coisas mais pífias da televisão.

Gaveta disse...

Mais um comentário meu, desculpa a overdose!

Eu CONCORDO 100% contigo em relação às bostas dos FLASH SIDEWAYS! Não têm NENHUMA relação com o plot principal e só serviram pra dar um final feliz. Acho que os Flashsideways não se passavam em LA, mas no Leblon. Kate era Helena e o Sawyer o Zé Mayer. Ou Zé Sawyer.

Beicom disse...

Concordo com a cagada em cima de 5 anos de história!
O final de Lost para mim foi como uma viajem que você fazer com seus amigos para um lugar merda, você aproveita muito mais o caminho do que o destino final, a viagem de Lost foi boa, bom episódios, discussões e teorias, mas no final desembarcamos em uma rodoviária tão podre que nem tinha fliperama e coxinha gigante.

Daniel Daipert disse...

Fala sério, muitas pessoas se contentam com muito pouco. Essa coisa de que lost era sobre os personagens é uma palhaçada sem tamanho pra mim. Como essa porcaria de final pode significar lição de amor, esperança, redenção como alguns estão dizendo? Fala sério, pra ver um finalzinho feliz e esquecer toda a complexidade que fizeram da série eu ficava vendo filme de sessão da tarde onde o anjinho ganha do diabinho no final do filme. Pra mim essa tentativa de explicar a série dessa forma "religiosa" e toda em aberto é não querer assumir que eles começaram a encher linguiça e inventar cada vez mais coisas que não tinham como responder pq era isso que segurava a audiência da série. Mas não faziam idéia de como iriam explicar tudo aquilo. E resolveram que nem iam tentar, já tinham feito pela emissora oq a emissora queria. Então resolveram criar uma palhaçadinha de novela das 8 e deixar em aberto pra que nós otários ficássemos até o fim da vida discutindo. E eles rindo. Não acho que eu tenha perdido 6 anos da minha vida vendo lost pq sempre foi muito divertido e acho que no final uma série, um filme, um jogo de futebol, é isso. Mas não consigo aceitar numa boa o que fizeram com os fãs que tanto se dedicaram a série. Poderiam ter tentado responder no mínimo as questões principais, não ia agradar a todos, lógico, mas que pelo menos fosse algo lógico. Decepcionante pra quem não se emociona com "viver a vida" e lucrativo pra quem queria era ganhar dinheiro!!!

Jonatas disse...

hellow Tucano, tb fiquei irritado com pontas soltas e o fim alegrinho.

senti como se de todas as hipoteses parece q eles escolheram a pior pra terminar...flashside foi irritante por n ter contribuido em nd.

mas pra mim valeu a experiencia da serie, o final eu preferi n esperar milagre dos roteiristas já q é uma franuia forte e sendo a ABC da Disney há sempre a chance de pressão por deixar pano pra manga pra render dinheiro.


mas é oq uma das produtoras da serie disse numa entrevista questionada sobre o fim ela disse:

"vai ser um fim bem LOST...algumas respostas serão dadas outras serão misterio..."

penso usar o argumento paralelo com a vida real mesmo, onde algumas das principais perguntas da existencia nao sao respondidas..."como pq estamos aqui?"

mas gostei qnd disseram no ultimo episódio "ngm pode te dizer pq vc está aqui..." somos nós q temos q nos achar em vida pq respostas não virão...infelizmente, em vida tb se usa o famoso "se vira aí mermão!"

Puuru-KuN disse...

Eu depois de mastigar o final de lost por algum tempo, acho que a intenção sempre foi nos deixar completamente “Perdidos” e foi exatamente isso que eles conseguiram!
Aqueles personagens tão carismaticos que nos apegamos tanto, não estavam apenas perdidos numa ilha e sim perdidos na vida… a ideia de causar emoções e brincar com os sentidos da audiencia foi bem sucedida e provavelmente nunca veremos denovo algo que nos deixe tão completamente “PERDIDOS” quanto LOST!

Fábio Martins disse...

Eu também fiquei indignado, Nando. Coloquei um post sobre o assunto no meu blog http://cotidianoranzinza.blogspot.com

E mais perguntas:

Como o Jack saiu daquele buraco sem corda e nem ninguém para puxá-lo?

Como os Outros tomaram tudo da Dharma e ninguém foi lá pra ilha saber o que aconteceu?

Que caralho a Penny estava fazendo na igreja???

Pra que essa aporrinhação de cinquenta mil viagens no tempo?

O que o Widmore queria? No começo era inimigo do Desmond. Depois inimigo do Ben, depois inimigo do Homem de Preto e amigo do Jacob...

E o Alvar Hanso? e Hanso Foudation? Que porra eram essas?

Caio disse...

Galera,

Isso é td culpa do Stephen King! Lembram que ele deu essa ideia de que eles estavam mortos lá pela terceira ou quarta temporada? E se me lembro bem, o pessoal do NC citou isso e achou que ia ser uma merda. Mas agora não, virou a "experiência de vida Lost". Esses roteristas deviam falar com o J. Michael Straczynski para aprender como escrever um série com começo meio e fim.

Darksnow disse...

A partir do momento em que você começa a assistir ao último episódio com uma lista na mão e espera que TODOS os mistérios sejam respondidos, você está perdendo a menssagem que a série está querendo passar.

Para ser sincero achei até melhor dessa forma porque, como o final, a série deixou várias questões abertas à diversas interpretações.
"Como a comida da Dharma chegou a ilha?" Você que acreditar que existe uma bolha temporal ao redor da ilha? Acredite. Você acha que Deus enviou a comida? Acredite.

Outras coisas eles simplesmente não tinham que explicar, faz parte da mitologia da série. É daquela forma porque eles criaram daquela forma.

Eles cometeram erros? Algumas coisas ficaram forçadas? Sim.
Mas a menssagem que a série passa nessa finale e a jornada que foi assistir a esses seis anos conseguem superar todos esse deméritos.

Como a Rose diz para o Jack após a turbulência "You can let go now."

Anônimo disse...

O final cagado já estava anunciado há tempos. Desde a quarta temporada os produtores vinham dando sinal de que Lost era um barco sem rumo e que eles não tinham a menor ideia onde tudo aquilo que foi criado ia dar.
O pior é que tem gente que caiu no papinho dos produtores de que o que importa é a jornada e as pessoas. Porra! Acordem! A quem vocês estão querendo enganar?
Os produtores foram preguiçosos e terminaram a série da maneira mais fácil. Podiam ter se esforçado um pouco mais para explicar pelo menos parte do que atraiu os espectadores para a série.

Rodrigo disse...

Putz, Tucano, até que enfim alguém com coragem pra falar que esse final foi tosco, sem incorrer naquele papinho de pseudo intelectualóide "ah, se voce não gostou, é porque não entendeu.."
Eu achei o final do episódio bem poético , verdade, mas como fim de série ficou muito aquém do que uma série desse porte merecia.
De fato, eu esperava que algumas perguntas ficassem sem resposta, porém não esperava que os produtores jogassem fora todo um misticismo criado em torno da ilha durante seis anos e as cinco últimas temporadas.
Aquela cena do Jack com o Christian pra explicar a realidade paralela, me lembrou aquela cena do Neo e do Arquiteto em Matrix reloaded.
O resto realmente foi digno de uma novela do plim plim.
É como se de repente a ilha e toda aquela energia mística que ficava presa na rolha não tivesse mais importância. Os fenômenos eletromagnéticos, os números, a iniciativa Dharma, é como se tudo isso passasse a não valer absolutamente nada de uma hora pra outra.
Tudo isso leva a crer que quem estava perdido de fato eram os produtores da série.
Parafraseando um amigo: O fim de LOST era muito mais legal na minha cabeça.

Ralf disse...

Caio disse:"Esses roteristas deviam falar com o J. Michael Straczynski para aprender como escrever um série com começo meio e fim."

Falou tudo. :D

Paulo disse...

Walt, nao acho que tenha feito falta, e outra ele ta disputando os playoffs da NBA! como os produtores iriam introduzir esse moleque denovo na ultima temporada!??

E outra, o final foi feito dessa maneira, justamente para acontecer isso que esta acontecendo, ja se passaram 3 dias e ainda estamos discutindo, formando teorias, enchendo forums com centenas de comentarios!!
Como diria Juliet : worked!!

Constantine disse...

Quanto a uma das pontas soltas:

- o Flocke aparece como Alex para o Ben porquê o Ben ainda não havia matado Jacob. Depois de matar Jacob a fumaça aparece tão-somente como Locke ou Smoke Monster.

- Quanto à Cristian Shephard fora da ilha (no cargueiro e no hospital), acredito que foram meras aparições sobrenaturais e não o monstro...

- Agora, uma que me consome: Por quê o Flocke não girou a roda do Conan lá e se mandou pra Tunisia? Não me venham dizer que ele não sabia onde ficava: ele tinha acesso às memórias do Locke, portanto era só chegar lá e girar a parada... Eaí?

Anônimo disse...

Acabei de assistir o ep final e ainda estou raciocinando, porem, após o termino percebi o quanto foi bom esse seriado, esses seis anos assistindo!, a genialidade da trama, se vc pensar por toda a serie, excluindo os dois ultimos capitulos (the end 1,2), vc terá muitas coisas das quais os seres humanos sonham em adquirir o conhecimento, principalmente quando se trata da QUANTICA, “quem não gostaria de viajar no tempo, hein?” e outras coisas intrigantes. porem qdo vc ve o ultimo episodio percebe que o que aconteceu, foi que “eles se foram”, porem eles foram para começar uma outra vida, pois na vida deles todos eram infelizes, e a ilha os fez ter a possibilidade de teram uma segunda chance para serem felizes. Só sei que, a ilha nada mais é do que o ilusorio paraiso do catolicismo! (detalhe, apesar de todo esse comentário, no fim das contas a serie quis pregar nada mais nada menos do que a religião! e se muitos estão com odio do final, é por causa disso!). “aan die einde en altyd dieselfde, geveinsdes”

Willian disse...

Olá tucano!
Cara como eu queria falar contigo esta semana! achei que teria que esperar ate sexta para saber algum comentario da equipe de elite do nerdcast sobre o final do lost!
Cara em tudo que vc disse...esta corretissimo! Sem rasgação de seda!
Gastei fosfato para o meu cerebro durante cinco anos para ver um final de livro de chico xavier!!!
A viagem, vc lembra? Igualzinho.

Cara eu falei no podcast do insert subject isso....esses flash side way não vão levar para lugar nenhum....e acertei.
Definitivamente Lost foi uma boa experiência com o resultado final ruim...
Parabens pelos seus comentários que esta reflentindo sobre o que senti quando vi aqueles quinze minutos finais...
até mais

fabiopl disse...

Porra, eles não estavam mortos *o tempo todo*. Aquilo é uma realidade em que todos se encontrarão quando morrerem.

John Chaker disse...

concordo e concordo e concordo!

oh god, foi um lixo! conseguiram cagar o "incagável". nem estou preocupado com ausencia de respostas ou incoerências no roteiro. mas a explicação do sideways ser uma "vida pós-morte?" wtf? eu preferia ter morrido antes de assistir os 20 minutos finais de lost, aí sim meu espírito se iluminaria de luz por toda a eternidade.

ps. p/ quem curtiu a idéia de realidades paralelas, q poderia ser bem aproveitada em lost mas, enfim... assista o filminho "yesterday was a lie". lembranças, escolhas e arrependimentos discutidos num clima noir com doses de física quantica, salvador dali, jung e ts eliot.

Fabrício Carraro disse...

Tucano, sobre a comida da Dharma acredito que já foi explicado.

Lembra quando o Faraday tá fazendo os testes? A ilha está deslocada no espaço-tempo pelo seu campo magnético, ou qualquer coisa assim, tanto que o míssil que ele dispara (4ª temp) demora 31 minutos pra chegar, quando deveria levar 2, e também, o Sayid e o Desmond demoram 20 minutos pra chegar no cargueiro, mas na ilha passaram-se 2 dias, além de o médico do cargueiro ter chegado morto na ilha antes mesmo de ter sido morto.

Quem jogou a comida foi a prórpia Dharma, no tempo que ela ainda existia!

Ta fechado esse!

Eduardo Davis disse...

Os autores quiseram conquistar o pessoal que gosta de sci-fi e fizeram esse monte de misterios interessantes. Depois, resolveram que essa audiencia era garantida e foram pro lado espiritual, onde nada tem que fazer sentido. Fizeram esse bullshit final e pronto. Eu sou ateu e fiquei puto. Roteiro com história espírita aceita qualquer coisa e era a única saída deles.
Não quero resposta de mais nada. Eu inventei um final pra mim e vou ficar com ele e minhas teorias.
A série acabou na bomba atômica. Sem resposta por sem resposta, explode tudo e fodas.

Alan Daniel disse...

Eu aconpanhei alguns poucos episódios de LOST pq detestei desde a 1ª temporada (e de la pra ca só virou uma embromação para prender a atenção de crédulos), e não entra na minha cabeça como esse tipo de série consegue prender a atenção de tanta gente, agora que acabou Lost, eu vou recomendar "E feito Nostradamus" no The History, que eu prefiro chamar de "Defeito Nostradamus" ideal para crédulos.

O final "Novela das 8" me fez rir de rachar as cordas vocais, eu fiquei imaginando a cara de cada fanboy de Lost se contorcendo de DOR (Jacob), ou ÓDIO, ou chorando assim como choraram no final de "Marley e Eu"

Anônimo disse...

Lost só teve baixos, o ponto alto foi quando finalmente terminou e nos livrou de ter que aturar as chamadas pra essa merda.

Esse J.J. Abrams é o maior farsante de todos os seriados desde a origem da televisão, conseguiu denegrir até a imagem da Star Trek fazendo aquela porcaria que poderia ser um Crépusculo nas Estrelas. Merda total, os trouxas imaginaram mil explicações ficcionais enquanto a resposta era a tolice mais simples que o mais retardado leitor de historia infantis poderia imaginar como primeira explicação: inferno-céu-purgatório.

Isso é para aprenderem a não valorizar mais a forma que o conteúdo. Nerd de verdade quase não existe mais, são tudo modistas que assistiram Lost!!! Cambada de idiotas, vão ler um livro.

Lucas Pereira disse...

Eu sei por que a Dharma jogou comida na Ilha. Lembra que, dependendo das cordenadas, tu ia para um tempo diferente?

(Isso é demonstrado pela carga que o Faraday lança na Ilha).

O avião deve ter sido enviado nos anos 70, mas pegou a coordenada errada e só chegou na época em que o pessoal da Oceanic estava lá.

Abu disse...

tosco de mais.......!!
se quem tá na ilha tá morto, qdo o ben sai e volta e o jacob eles ficam brincando de morre - ressuscita?
e a dharma no fim nao existe pois como era o mundo imaginario, poderia ter até o batman ali que nao era necessário explicar....

Clauber disse...

De todas as pergundtas não respondidas na série e citadas no post, a única que sei responder é em relação a comida que não era enviada pela Dharma no presente, mas havia sido enviada no passado e viajara no tempo caindo no presente. Abraço a Todos.

Anônimo disse...

Esse papinho de experiência de vida é balela de roteirista que perdeu totalmente a linha de raciocínio da série.. Enfim, final de série tosco.

Só para acrescentar mais um detalhe que talvez esteja errado, mas não vou voltar no episódio para conferir: no episódio do Ben, quando ele está conversando com o pai dele, me lembro vagamente deles falarem que tiveram que sair da ilha quando o Ben era jovem. Se isso realmente conferir a ilha teria existido na realidade alternativa e por algum motivo teria deixado de existir, talvez a explosão da bomba.

Euricéfalo disse...

O que mais me "explodiu a cabeça" foi:

Jacob supostamente era o lado bom, FLocke supostamente era o lado mau. Mas o Ben, Richard e os "outros" mataram toda a Dharma sem dó nem piedade, não poupou ninguém! Que lado bom é esse? Imaginei que um dia eles iam explicar tal frieza, mas ficou no vácuo...

Anônimo disse...

- Por que a Ilha estava submersa no primeiro capítulo da sexta temporada? Esqueceram de explicar isso? Ou só não deu tempo?
RESPOSTA: A ilha submersa é a ilha do purgatório/universo alternativo. A explosão da bomba + incidente fizeram com que ela fosse afundada nessa realidade.

- A Mitologia da ilha foi esquecida. Quando vimos pela primeira vez um pé de estátua com 4 dedos, todos ficamos loucos. E a fumaça? As aparições do Jacob pequeno? O que tinha na água que fez o Sayid virar Zumbi? Por que o avião da Ajira tinha que ter a mesma configuração do Oceanic? Tantas pontas perdidas...
R: Essas questões foram parcialmente resolvidas. Você queria um embasamento científico?

- E os números? Ficaram só na equação Valenzeti mesmo? A Ilha não tem nada a ver com isso. Eles eram tão freqüentes no início da série e depois o que aconteceu? Perdeu a graça?
R: Aquilo foi só para explicar de onde surgiram os números, e assim como várias constantes aparecem com muita frequência na natureza (Phi, o número de ouro, é um exemplo).

- E uma coisa talvez me tenha passado despercebida, mas ainda não descobri o porquê: Qual o motivo do Ben surtar e resolver matar o Locke de repente?
R: Inveja. Ele queria estar no comando, queria ser o salvador que levou todos ao lugar que deveriam estar. Ele só queria saber a missão de Locke, após isso ele perdeu a importância para Ben, que o matou.

- Foi o Jacob que trouxe os “candidatos” para a Ilha? Ou foi o Desmond que não apertou o botão e derrubou o avião?
R: O Jacob influenciou através de seus poderes, de alguma forma ele sabia (ou fez com) que o avião cairia na ilha. Aí ele só teve o trabalho de encher ele com candidatos e figurantes.


- A fumaça estava presa no corpo do Locke? Então como ela apareceu para o Ben com a aparência da Alex?
R: Não. De onde você tirou isso? A fumaça só quis usar aquela forma de Locke (tanto que invadiu o templo na forma de fumaça e matou alguns dos outros), porém, após a luz ser retirada ele perdeu seus poderes e assumiu sua última forma.

- A escolha dos candidatos também se tornou um imbróglio detestável. A Kate não podia porque se tornou mãe, mas a Sun e a Clair estavam na lista. Inventa outra história.
R: Kwon estava na lista (então era um dos dois, provavelmente Jin), não a Sun. Claire talvez tivesse sido riscada, mas após seu filho sumir Jacob deve ter apagado o risco.

- Por que a Dharma continuava mandando comida para a Ilha se não tinham mais funcionários lá?
R: Assista ao Epílogo.

- E o buraco da luz. A velha disse que se alguém entrasse naquele lugar, veria algo pior que a morte! Jacob joga o irmão lá e ele vira fumaça. Já o Jack entra e não acontece nada. O Hurley entra e porra nenhuma. O Ben Linus (que era um personagem tão maneiro e estragaram) entrou no buraco e nem um arranhão. Aliás, essa parte (do interior do buraco) era desnecessário explicar.
R: Desmond era resistente a energia, e foi o único a cair lá com a luz acesa. Creio que o processo seria passar pela agua e cair para se tornar aquilo. Outra explicação é que o lugar de fumaça já havia sido tomado e nenhum deles poderia se tornar o monstro.

Existem erros de continuidade, mas não tão gritantes. Also, assista aos mobisódios e epílogo, te ajudará bastante.

Jack disse...

Cara, me perdoa, mas nada disso foi explicado. Eu posso criar da minha mente várias explicações, como você fez a exemplo da Ilha submersa, mas nada muda o que eles fizeram. Não responderam picas!

Alê do Escrivaninha disse...

Neste ultimo final de semana pude completar minha coleção e ver a ultima temporada de lost, até então me segurei para não ler nada a respeito e hoje estou vendo esses post.
Na boa, mataram a série um final totalmente contraditório estilo final de novela da globo onde começa bem e termina uma bost....
Uma pena mesmo!
Forte abraço a todos e deixo ai o convite para visitarem o meu blog.
Abraços e até aproxima.

Anônimo disse...

Sinceramente, qualquer pessoa cria uma história onde há vários místérios sem sentido, loucuras com o tempo e espaço. Ainda mais se for para simplesmente deixar tudo sem explicação... Sem mais... ainda bem que só acompanhei até a 2° temporada...

Anônimo disse...

digna de Chico Xavier!

 
Clicky Web Analytics