segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Rubia Martins

Favor me enviar um email de contato para que o Sr Blue Hand poss entrar em contato com você.

Sem mais,

Jack

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

A nova modalidade de Golpe

A América Latina passou (e ainda passa) por um período de profundas transformações. Chegou a vez dos ex-comunistas chegarem ao poder. Evo Morales, Lula, Hugo Chaves entre tantos chefes de estado de esquerda transformaram o panorama panamericano na última década.

Para o bem ou para o mal, a verdade é que os novos governos são democráticos, mas inspirados em modelos antigos e ditatoriais, como o de Fidel Castro, em Cuba.

Antigamente os golpes de estado eram descarados e diretos. Um presidente eleito democraticamente era deposto por um levante de militares que passava a mandar no país com mão de ferro. Foi assim com Jango no Brasil, Salvador Allende, no Chile e com outros tantos países vizinhos.

Hoje o golpe é diferente. São os chamados golpes democráticos. O presidente se elege pelo voto da população de forma totalmente legítima. Ao longo do mandato, seus poderes vão aumentando. Ele fecha veículos de comunicação, descarrega uma penca de medidas provisórias, altera a constituição e se perpetua no poder através de reeleições infinitas!

É o caso de Hugo Chavez na Venezuela e era o caso de Manuel Zelaya, em Honduras. A diferença entre os dois é que em Honduras, o presidente foi deposto à moda antiga.


Agora, as nações "socialistas" da América se unem em coro uníssono pela recondução de Zelaya ao poder. Mas por quê? Porque não podemos permitir que hajam golpes de estado na américa democrática nos dias de hoje, respondem. Concordo em gênero, número e grau, mas falta uma questão:

E Cuba? Não são esses mesmos presidentes que clamam por Zelaya que visitam, seguem e admiram o COMANDANTE FIDEL CASTRO. O maior ditador do mundo moderno que governou Cuba com mão de ferro durante 48 anos, quando por motivos de saúde, entregou o país para seu irmão, Raul Castro?


Porque uma Cuba ditatorial serve de exemplo para a América durante 50 anos e Honduras não pode ter sua junta militar até dezembro, quando ocorrem as eleições presidenciais?


Me desculpem os comunistas de plantão, os socialistas solidários, os esquerdistas camuflados e os defensores de Zelaya, Evo, Chavez, Lula, Castros, Rafael Corrêa entre outros. Isso tudo não passa de pura demagogia. Vocês são tão canalhas quanto qualquer general autoritário de direita!

sábado, 5 de setembro de 2009

Parabéns Azaghâl

Post em homenagem ao meus mais antigo comparsa, que hoje comemora seus 30 e tantos anos (melhor não revelar porquê ele tem 1 ano a mais que eu).
Felicidades, saúde, sucesso para você e para seus herdeiros.

Na foto: Eu, JP, Azaghâl e Coelhinho Bossa Nova.
 
Clicky Web Analytics