sexta-feira, 3 de abril de 2009

Visão Empresarial


Há 9 anos atrás, um cara (Pastor Rina) teve uma idéia genial: fundar uma igreja neopentecostal voltada para o jovem. Chamou-a de Bola de Neve.

A Bola de Neve era diferente de tudo que já havia aparecido até então. Uma igreja para surfistas, skatistas, rockeiros, etc. A idéia pegou e a igreja se tornou um sucesso.

Aqui em Santos, a Bola de Neve fica no caminho para o meu trabalho e passou regularmente em frente. Eis que, há alguns meses me deparei com uma placa que anunciava não a Bola de Neve, mas sim a Bolinha de Neve, a extensão da igreja para as crianças.

Vejam a visão empresarial: no ano 2000, o público alvo era formado por jovens de 16 a 25 anos. Nove anos depois, esses primeiro devotos estão com cerca de 25 a 35 anos e, muitos deles, casados e com filhos. Está nascendo a segunda geração de fiéis da Igreja.

Eu sou fã da Bola de Neve Church! Não acredito em nada do que eles pregam, mas a visão de negócio e o foco no target são dignos de referência em qualquer MBA em Marketing.

PS.: O primeiro culto oficial foi realizado no bairro da Lapa, São Paulo, em 6 de janeiro de 2000. Hoje a igreja esta presente em 11 estados e 106 cidades brasileiras. Uma de suas estratégias de expansão são as comunidades em células, pequenos grupos em reuniões nos lares. Está hoje presente em países como Peru (em Arequipa), Rússia (Moscou), Índia, e com núcleos em Los Angeles e San Diego (Estados Unidos), Sydney (Austrália), entre outros.

8 comentários:

Bruno Vox disse...

Conheci o Rina a dois anos atrás, grande empresário.
.
Como eu já disse em meu blog, DEUS é o grande negócio deste século.

Vagner "Zero" disse...

Quero ver eles botando o pé na China. A conta vem pra família.

Jack disse...

Bruno, Deus o grande "negócio" desse mundo!

Pandion Haliaetus disse...

Desse século? É assim desde que o homem descobriu que o a escravidão ditada pelo ferro gerava confrontos intermináveis, e a escravidão pela palavra gerava o efeito contrário.E a escravidão é um sistema que gera lucro direto para o dominador. De meu humilde ponto de vista, só explodindo tudo e recomeçando.

QUEIROZ disse...

Como seria uma igreja voltada para a temática nerd? Igreja de Bill Gates do 7.° dia ou Mac Universal do Reino de Steve Jobs. Por aí.rsrs.

Felipe Kusnitzki disse...

Se não me engano esse cara é realmente formado em publicidade, marketing, sei lá...E o nome "Bola de Neve" se dá única e exclusivamente por conta do boca-a-boca que vai se formando em torno dessa "nova religião".
Agora, se ela é mais uma casa ou um apenas mais um "case" do Senhor, aí eu já não sei...
*
Aqui no Rio já vi uma "Igreja Wesleyana"!

Bruno Vox disse...

@Fernando e @Pandion

Digo por causa da expansão das mídias, a informação circula mais rápido. Tudo é mais globalizado.

Tudo isso contribui para oportunistas propagarem suas 'ideias' com mais facilidade, é notório que essas igrejas cresceram depois disso, depois dessa mega globalização e acesso facilitado a informações, que se intensificou neste século.

Anônimo disse...

v

 
Clicky Web Analytics