segunda-feira, 6 de abril de 2009

Primeira vítima de Wolverine

O jornalista Roger Friedman é a primeira vítima de Wolverine. Achando que estava apenas fomentando o compartilhamento de cultura via internet, Friedman, que cobre entretenimento para a Fox News online baixou e fez uma resenha da cópia pirata do novo filme do X-men mais aclamado pelo público. "É muito mais divertido que apanhar chuva para ir ver no cinema", escreveu em sua coluna. "Fiquei com os olhos grudados na tela." Não adiantou rasgar seda! Friedman foi demitido "por flagrante apologia do crime de pirataria."

O filme deve estrear no Brasil no dia 30/04/2009.

7 comentários:

Bruno Vox disse...

Que burrice, ignorante, quis dar uma de espertão e se deu mal.
.
tem que fazer igual a mim, baixa calado, opssssssssss!

F. Prieto disse...

então toma essa! esses jornalistas sempre querendo ser marotos.

Karen de Melo disse...

Justa causa para o Friedman.

QUEIROZ disse...

É engraçado isso. Se o jornalista é convidado para uma salinha de cinema sem ar condicionado para uma exibição prévia do filme, blz, pode escrever, mas se o mesmo baixa o conteúdo na internet, E NÃO VENDE TAL CONTEÚDO, mas escreve sobre é demitido. Mas, falando especificamente do Wolv, acho que aí tem. Assim como a galinha em Quem quer ser um milionário? Acho que mais uma vez uma produção brasileira influencia a gringa.

Meras especulações.

Joaquim disse...

Queiroz, a diferença é essa: o jornalista foi convidado, ou seja, ele foi assistir ao filme, quando a produtora decidiu que era hora a imprensa assistir e as críticas começarem, isso mostra a importancia da imprensa na divulgação.

E outra coisa, o jornalista pode não ter vendido o conteúdo, mas não deixou de se aproveitar no mesmo em sua produção intelectual.

O pessoal do Omelete foi bastante ético ao anunciar que não fariam resenhas criticas ou comentários, baseados na cópia pirata, iriam esperar o lançamento oficial do filme.

Pirataria é errado, não importa o quanto as pessoas pintem, argumentem. Mesmo que baixem e assistam em casa, sem vender, continua sendo errado, mesmo que diga que depois vai assistir no cinema para compensar.

Lucas Schutz disse...

Vi o início do filme e parece ser parecido com o Hellboy II, diverte enquanto dura, mas não é nada de iremos nos lembrar.

____________________________
Lucas Schutz
http://geradordeimprobabilidade.blogspot.com/

Pica Pau disse...

O filme é tosco.

 
Clicky Web Analytics