quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Saiu no Lucro


O “repórter” (??!!) Marcos Losekann foi seqüestrado pelo Grupo de Resistência Armada Hizbollah. Infelizmente, o grupo devolveu o cara. O jornalista e seu camêra man Paulo Pimentel foram colocados no banco de tras de um carro, interrogados e depois "aconselhados" a partirem para Londres no primeiro avião.

Losekann ficou famoso por cobrir de forma extremamente parcial a guerra entre Israel e Líbano, em 2006. Além de correspondente internacional da Rede Globo, Losekann acumula os cargos de Relações Públicas do Estado de Israel e Assessor de Imprensa de Ehud Olmert.

Uma pena que o Hizbolla não tivesse fitas do Jornal Nacional da cobertura da guerra.

Dica: Para quem não entendeu o post, acessem a comunidade Marcus Losekann é uma vergonha, no Orkut.

2 comentários:

Fabio disse...

Será que algum membro do Mossad residente em Goiás, Pernambuco ou RG vai se pronunciar?

Abraços!!

QUEIROZ disse...

Pois é, olha que diferença lá eles libertam o reporter que "acumula os cargos de Relações Públicas do Estado de Israel e Assessor de Imprensa de Ehud Olmert." Aqui se o reporter filma pedofilia em baile funk é mandado para o microondas. Uma verdadeira inversão de valores.

 
Clicky Web Analytics