quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Grandes ícones da Teledramaturgia Brasileira

Vou começar a postar aqui uma série de impressões pessoais sobre as lendas (não gosto de usar o termo legendas, que para mim é outra coisa) da teledramaturgia nacional.

Para encabeçar a lista, vamos começar com a Paquita Velha, Suzana Vieira!

Assim como sua colega Regina Duarte, ela tem uma característica muito peculiar que é a incapacidade de falar em vóz baixa. Como berra!!!

Seus personagens podem ter vários sotaques, mas invariavelmente, Branca Letícia, Branca Maria, Maria do Carmo, refletem ela própria.

Não tem Assessor de Imprensa que a salve. Além de dar piti ao vivo em programa de auditório (não sabe perder), arrumou um "marido" louco que destruiu o quarto de um motel, onde se encontrava com uma prostituta. E o que ela fez depois do incidente que foi manchete nacional? Voltou com ele, afinal, o Amor é lindo, cego, surdo, tetraplégico e idiota!Quem ama perdoa!

A favor da musa das novelas das 8h, o corpo que alguns consideram um dos mais bem conservados da TV Brasileira. Eu acho ela uma baranga, mas tenho que concordar que para uma corôa de quase 70 anos...
Olha que pitel!!!

Agora, a última dela foi a frase abaixo, que eu surrupiei do blog Jacaré Banguela. Ou a mulher tá variando das idéias, ou está precisando fazer um cursinho de Kumon!
Será que ela realmente se sente uma teen???

5 comentários:

Vinicius disse...

Senti um roubo de idéia com adaptação!!! rs

Maria disse...

Olha só: Jack, tu é fanzão da Globo, hein?! :)

Ainda bem que eu, na minha profissão, não preciso ficar "in" da Globo!!! hahahahahha

Mas a "moça" em questão deve ser uma pessoa super difícil ao vivo.
Qdo falam de profissionalismo fico pensando como ela chegou onde chegou!! Em qq lugar, dizem pra vc ser tudo que ela não é pra chegar em algum lugar! E ela chegou!! preciso rever minhas filosofias e ser mais como ela!! Ou não!!

Jack disse...

Maria, eu já fui noveleiro foda. Hoje em dia eu não tenho mais nem tempo para ver novela, mas nada que uma olhada no google e wikipedia não resolvam.

Vini, nem me lembrei dessa nossa conversa... uahauhauh ficou um plágio do não feito!!!

Guilherme Grünewald disse...

Essa frase sobre década de 80 é piada pronta.

Eduardo Cavalcanti disse...

O cara é um noveleiro enrustido. E esse negócio de se ligar em coroa é sintoma de uma coisa: tais ficando velho, meu amigo.
Agora, a melhor é dizer que a geração dela é a de 80. Eu tenho mais de 40 e era moleque quando passou uma novela chamada Anjo Mau - 70 e pouquinhos. Essa mulher era a atriz principal dessa tal novela, veja lá (só para constar: a trilha sonora incluía uma música chamada Rainbow, cantada em inglês, único sucesso nacional do Blow Up).

 
Clicky Web Analytics