sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Mais informações sobre o Acre

Em minhas pesquisas sobre o Estado do Acre, descobri que existe sim, uma pessoa famosa que seria Acreana. Trata-se de Francisco Alves Mendes Filho, o Chico Mendes.

A história contada pela mídia é a que ele era um líder seringueiro que fora assassinado por questões políticas locais ligadas ao extrativismo.

A história é cheia de furos. Quando olhei de perto a foto de Chico Mendes, percebi que tinha algo de familiar e, afundando-me em minhas anotações, lembrei-me de outro líder assassinado por causa de assuntos ligados ao extrativismo vegetal. Trata-se Pablo Emilio Escobar Gaviria, o suposto chefão do Cartel de Medelim, na Colômbia.

Verifiquei a semelhança entre os dois e percebi que tudo não passou de uma fraude. A verdade é que Pablo e Chico são a mesma pessoa: John Smith. Smith foi assassinado porque era um agente da CIA infiltrado na América do Sul, prestes a descobrir a verdade sobre o Acre.

Sua primeira morte em 1988 foi um subterfúgio, no intuito de enganar as autoridades brasileiras e a Rede Globo. Chico Mendes então, mudou-se para a vizinha Colômbia, onde foi finalmente neutralizado em 1993, pelo Serviço Secreto da Família Marinho e não pela CIA, como foi divulgado.

Detalhe, entrem no verbete da cidade de Xapurí (isso é nome de cidade?) e vejam que, não temos o brasão da cidade, nem a bandeira e nem tão pouco a distância da "capital" Rio Branco. Outra discrepância é que, segundo o verbete na wiki, a cidade fica em vale e sua altitude é 150m acima do nível do mar! Tem alguma coisa estranha alí e eu vou descobrir o que é!

3 comentários:

O Cão que Atenta. disse...

De fato é muito suspeito. Já começo a duvidar da existência do Acre. Com a palavra os acreanos (se é que eles existem..)

Breaker disse...

haha.. boa Jack.
Eu ñ duvido de mais nada nesse mundo e muito menos nesse país.

Valdson disse...

Como levar a sério um estado cujo PIB é inferior ao da cidade Limeira, interior de Sã Paulo???
Os gastos anuais com o Acre chegam ao triplo do que ele é capaz de arrecadar em impostos. Ou seja, prejuízo total. Em toda história do Acre, seu custo para o Brasil ultrapassa 28 bilhões. E tenho como provar...

 
Clicky Web Analytics